Home >> Dicas

SUSPENSÃO PARA ARRANCADA TRAÇÃO TRASEIRA
Tradução: Alexandre Kroeff - AKV8

            Imagine empurrar uma geladeira de pé. Seus pés representam os pneus de seu carro. O centro de gravidade (CG) do refrigerador imagina-se que fica próximo a meia altura do mesmo. Se você tentar empurrá-lo em algum ponto acima do CG, provavelmente irá virá-lo e não sentirá muita pressão nos pés. Agora, se tentar empurrá-lo a 5cm do chão, vai patinar no chão e não conseguirá move-lo. Também perderá tração. Se tentar empurrar um lado ele mexerá lateralmente mas não irá pra frente. O melhor ponto pra empurrá-lo, onde terá melhor tração e fará o menor esforço para move-lo será em algum lugar entre o CG e o chão.
            Quando se altera a suspensão, procura-se desperdiçar a menor potência possível do motor para fazer o carro andar o mais rápido. Isto é eficiência.

Algumas definições:

Centro de gravidade (CG):
Imagine que o centro do peso de seu carro está concentrado na área de sua alavanca de câmbio. A posição correta deve ser calculada, levando-se em consideração o peso das rodas dianteiras, das traseiras e a distância entre eixos de seu carro. Mas pode-se usar a ponta da alavanca de câmbio como uma referência.

Centro Instantâneo ou Instant Center (IC):
Ladder Bar - O IC é o ponto de apoio que une as barras no chassi em frente às rodas.

Four link - O IC se localiza na interseção imaginária de duas linhas traçadas na continuação das barras superiores e inferiores.

Percentual de levante ou Percentage of Rise (PR):
Desenhe uma linha imaginária do chão até o CG de seu carro. Agora desenhe uma linha do chão onde o pneu traseiro encosta até a linha imaginária do CG, passando pelo IC encontrado. Esta interseção é chamada de PR. Digamos que um CG está a 60cm do chão, no topo de sua alavanca de câmbio. 60cm então é representado por 100% e 30cm(metade) é considerado 50%.
Se você encontrar um PR a 30cm do chão, disse que é um PR de 50%. Se o seu PR for em cima do CG, então é um PR de 100%. Se ele for encontrado acima do CG, então é um PR >100%.  Quanto maior o PR, mais forte o carro planta os pneus no solo na arrancada. Quanto menor o PR, mais suave o impacto.Geralmente carros automáticos necessitam um PR >50% e manuais <50%, pois as caixas manuais já exercem um impacto grande sobre os pneus quando a embreagem é liberada, não necessitando de PR muito grande.

VISUALIZAÇÃO

Amortecedores

            O objetivo dos amortecedores dianteiros é controlar a subida e descida da frente do carro. A arrancada mais eficiente é quando a frente levanta gradativamente e então começa a descer também gradativamente, enquanto o carro ainda está acelerando. A taxa com que os amortecedores estendem depende de muitos fatores: tamanho dos pneus, relação do diferencial, relação de primeira marcha, transbrake, conversor de torque, peso do veículo, potência, condições da pista, etc...
            O objetivo da dianteira é subir devagar e gradativamente e começar a baixar, também devagar nos primeiros 5-20m. Não queremos que a frente levante rapidamente e depois desça devagar, nem também que levante rapidamente e desça rapidamente e fique pulando.
            Máxima tração ocorre quando os amortecedores dianteiros estão no máximo de seu curso. Se a suspensão na dianteira está muito leve e levanta muito cedo, o amortecedor chega a seu fim de curso nos primeiros 2-3m da arrancada. Uma vez que os amortecedores estão na sua máxima extensão, não têm onde ir a não ser voltar para baixo. Então a carga nos pneus traseiros diminui. O que acontece é que a frente sobe muito rápido, tirando o carro da linha rápido e depois de 3-4m o carro perde tração e começa a patinar, quando os amortecedores colapsam em sua extensão máxima. Se o carro não tem potência suficiente para patinar nesta condição, então está só desperdiçando energia, fazendo o carro mover para cima ao invés de para frente.
            Um exemplo que explica como os amortecedores dianteiros interagem com os pneus traseiros: imagine-se de pé em uma balança segurando um lado de uma tábua de madeira de 4m enquanto um amigo seu segura a outra ponta. Seus pés representam os pneus traseiros e seu amigo a suspensão dianteira. Tente levantar a tábua sozinho das mãos de seu amigo. Ela parecerá pesada e, a medida que você levanta, o peso aumenta na balança. Esta reação é semelhante a ter amortecedores duros na dianteira. Agora faça a mesma coisa, porém com seu amigo ajudando a levantar a tábua. A leitura na balança será menor. É isto que os pneus sentem com amortecedores leves. Portanto, enquanto a frente está levantando, antes de chegar ao fim do curso do amortecedor, quanto mais pesado for o amortecedor, maior a carga aplicada na traseira.

Molas traseiras

            Muitos pensam que as molas traseiras devem ser macias, a fim de o carro "baixar" a suspensão e transferir mais peso para as rodas. Os únicos carros que devem abaixar a traseira são aqueles que têm potência demasiada e câmbio manual, onde o choque sobre os pneus é demasiado, portanto a queda da suspensão ajuda a absorver este impacto. Fora isso, a suspensão deve ser dura na traseira, a fim de transferir maior potência às rodas. Exemplo: faça uma mola  de arame e exerça pressão sobre ela em cima de uma balança. A balança não vai ter uma leitura muito grande, pois você não está transferindo muito peso devido à grande absorção da mola. Agora, pegue uma mola helicoidal de seu carro e faça o mesmo em cima da balança: a pressão será muito maior, aumentando a carga na balança. Portanto, se a traseira baixa na arrancada, não significa que está empurrando as rodas para o chão e sim que as molas estão somente comprimindo-se.

 

" O objetivo de um acerto de suspensão é aplicar somente a força necessária para os pneus tracionarem, deixando o resto da força empurrar o carro para frente"


           
Four link e o Centro instantâneo(IC)

Uma suspensão Four link consiste de 4 barras tubulares(links) que prendem o diferencial ao chassis em suportes com algumas opções de ajuste de altura. As barras inferiores alinham e prendem o diferencial, enquanto que as barras superiores ajustam o ângulo do pinhão em relação ao chassis. A infinita combinação entre as barras superiores e inferiores é que altera a distribuição de peso e o modo que o veículo reage. Também, com a Four link, existe uma infinita possibilidade de ajuste do Centro Instantâneo(IC).
            A relação de onde o IC de um carro está localizado em relação a seu CG é que determina com que força a suspensão empurra o carro. Se o IC está localizado muito alto, haverá muita energia desperdiçada tentando levantar o carro para o céu. Se o IC está muito baixo, não haverá muita força nos pneus e eles patinarão. Existem também variáveis quanto ao posicionamento do IC à frente ou atrás da linha imaginária do CG. Em algum lugar haverá uma posição de IC que fará o carro tracionar o suficiente e aplicará o resto da força para frente.

Anti Queda ou Anti Squat (AS):
           
            Este é um termo usado para descrever o quanto uma suspensão traseira irá levantar durante uma arrancada. Se um carro tem 160% de AS a traseira levantará drasticamente, plantando os pneus violentamente. Por comparação, se ele tem 100% de AS, a traseira não vai levantar e se tiver menos de 100%, vai baixar.

Linha normal ou Normal line:

            Desenhando-se uma linha imaginária do centro do pneu traseiro, onde encosta no chão, até a marca de 50% de PR - Percentual de levante, tem-se a Linha Normal. A localização do IC em relação ao CG e à Linha Normal é que vai determinar o que o chassis vai fazer. Um IC localizado ACIMA da linha normal tem um AS >100%. O IC localizado ABAIXO da linha normal tem AS <100%. Four links com mais de 100% de AS tendem a levantar a traseira e plantar os pneus com mais força no chão. Four links com menos de 100% de AS fazem com que a traseira baixe, atingindo os pneus mais suavemente.
            IC localizados na frente do CG tendem a levantar a frente do carro, enquanto que localizados atrás do CG tendem a levantar a traseira.

Receita de preparo para Four links:

Carros com tempo acima de 10.5s e transmissão automática SEM Transbrake:
100-120% Anti Squat(AS) com IC localizado aproximadamente de 12-40cm atrás do CG.
Com transbrake: 90-105% AS.

Carros com tempo acima de 10.5s e transmissão manual:
85-100% AS com IC localizado de 0 a 40cm à frente do CG. Alguns carros manuais partem melhor com IC atras do CG, mas dependem da configuração e testes.
Usando-se menos de 100% de AS tende a absorver o impacto da embreagem em um carro manual.

 Fonte:

Kevin Slaby
Baseline Suspensions
USA

 

 

 


©Copyright 2008 - All Rights Reserved for AKV8